O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Segunda-feira, 25 de Agosto de 2014

Tirando a Bíblia, o livro dos livros, será difícil catalogar as obras literárias.

Qual será o livro mais importante? O livro mais célebre? E o livro mais belo?

Quanto a este último, confesso que não tenho grandes hesitações. «O principezinho» é muito mais que a sequência de citações que aprendemos a decorar.

É toda uma história de iluminação, de saudável inversão dos padrões de maturidade que incorporámos.

É uma exaltação do ser criança que sabe mais a profundidade do que muitos dos livros tidos por mais doutos.

Foi escrito há precisamente 71 anos, em 1943.

Trata-se de um aviso muito subtil. Hoje, os nossos olhos alcançam praticamente tudo. Os nossos olhos esticaram-se.

Temos os óculos, temos a tv, temos a net. Só que, como avisa Saint-Exupéry, «os nossos olhos são cegos».

Detectam as pegadas. Advertem as pisadelas, Notificam os estrondos.

Mas isso não é o essencial. «O essencial é invisível aos olhos».

Como ver, então? «Só se vê bem com o coração».

O coração é o único capaz de apagar feridas, de descobrir atalhos quando os olhos não enxergam caminhos.

Os mais crescidos têm muita dificuldade. Os mais crescidos são «muito esquisitos».

É por isso que o livro é dedicado à criança que os mais crescidos já foram. Mesmo que muitos não se lembrem disso!

publicado por Theosfera às 00:11

De Maria da Paz a 26 de Agosto de 2014 às 00:46
Antoine de Saint-Exupéry é um dos meus heróis!
Recordo sempre com saudade a homenagem que lhe fiz, com os meus caríssimos Alunos, no cinquentenário da sua entrada no Céu. De forma trágica! Rezo-lhe por alma, frequentemente. E, às vezes, sucede-me que lhe rezo como intercessor.
A referida homenagem foi a representação de "Le Petit Prince" (adaptado ao teatro), precedido de um discurso em francês. Seguiu-se um lanche com iguarias confeccionadas segundo receitas francesas. Pedi autorização ao Conselho Directivo para ser servido vinho espumante: a recordar o célebre vinho de Champagne, da pátria de Saint-Exupéry.


mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro