O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 30 de Setembro de 2014

Quando mais avançamos no tempo, tanto mais notamos que, afinal, estamos sempre a começar.

Por muito que nos aproximemos do fim (seja de uma tarefa, seja de um percurso), notamos que, no fundo, muito ficou por fazer, muito ficou por andar.

Séneca já se apercebera: «Cada novo início tem origem no final de um outro início».

Mesmo no fim, sentimos que estamos sempre a começar!

publicado por Theosfera às 09:58

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro