O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 10 de Março de 2015

Não sabemos o que a comunicação ganha (leitores não será), mas vamos sabendo o que a imprensa vai perdendo: universalidade e imparcialidade.

As prioridades incidem, quase sempre, sobre o mesmo e a partir do mesmo. Muitas vezes, o que sobressai é o mesmo género de assuntos e sob o mesmo ponto de vista.

É totalmente legítimo. Mas é pouco estimulante.

O destaque é dado aos mesmos assuntos e a razão tende a ser atribuída aos mesmos quadrantes.

Acresce que, sendo a imprensa de papel mais consumida por quem tem mais idade, estão a afastar nomes que a maioria dos leitores mais admirava.

É certo que tudo muda. Mas mudará para melhor?

publicado por Theosfera às 09:41

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2015
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro