O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Domingo, 16 de Novembro de 2014

Cada coisa é mais do que essa coisa.

Em cada palavra encontramos mais do que o seu significado imediato. Viver é de facto ultrapassar-se.

A interpretação é não só uma ciência. Pode ser também uma sensibilidade, uma arte. Há quem consiga extrair de um texto muito mais do que lá se encontra. Ou, para ser mais preciso, muito mais do que muitos lá encontram.

O primeiro livro da Bíblia assinala que «Deus criou o homem e a mulher»(Gén 1, 27).

Um autor desconhecido do século II entende que «o homem é Cristo» e «a mulher é a Igreja».

Como acontece em toda a relação esponsal, também aqui os dois são uma só carne.

A Igreja é formada pela carne do próprio Cristo.

Cristo está sempre a desposar a Igreja. E nunca lhe falta com a Sua permanente fidelidade!

publicado por Theosfera às 20:16

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro