O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 30 de Setembro de 2014

 

1. O supremo objectivo hoje é ter êxito. E o segredo do êxito parece ser a adaptação aos tempos que correm.

 

Acresce que, como percebeu Javier Aranguren, os nossos tempos são marcados pela pressa e pelo ruído.

 

2. O nosso tempo decapitou a calma e degolou o silêncio.

O êxito parece estar à mercê apenas de gente apressada e ruidosa.

 

3. O acto pausado é notado por poucos.

E a acção silenciosa — ou discreta — também não é valorizada por muitos.

 

4. Quem quiser ter êxito tem de se apressar. Até porque a competição não costuma abrir caminho para muitos.

A competição selecciona e, nessa medida, elimina. O êxito é só para alguns. E não necessariamente para os melhores.

 

5. Para ter êxito, o requisito não é estar com os outros, mas estar sobre os outros. Ou seja, é espadeirar doses de ruído para cima dos outros.

O ícone da pessoa bem sucedida é o artista que se coloca num plano muito alto e actua num tom muito elevado.

 

6. Mas pensemos também nos adeptos de um clube. Muitos deles não vêem os jogos; gritam durante os jogos.

Se o clube ganha, ouve-se o ruído dos aplausos. Se o clube perde, ouve-se o ruído dos apupos.

 

7. Não espanta que, com o melhor dos propósitos, haja cristãos preocupados com o êxito. E que não hesitem em recorrer aos seus principais ingredientes: a pressa e o ruído.

O ruído junta muita gente. O ruído junta depressa muita gente. O êxito parece garantido.

 

8. Acontece que a prioridade da evangelização não se esgota numa praça cheia de gente.

Mais importante que uma praça cheia de gente é a vida com gente cheia: cheia de Cristo, cheia do Evangelho de Cristo.

 

9. Os tempos devem ser compreendidos, mas não é aos tempos que devemos obedecer. Os cristãos estão no tempo para seguir Jesus Cristo.

Eles são chamados a trazer Jesus para o tempo, sem dissolver Jesus em qualquer tempo.

 

10. O que Jesus espera de nós não é o êxito. O que Jesus espera de nós é — independentemente do êxito — o seguimento da Sua pessoa e a fidelidade à Sua mensagem.

Muitas vezes, um cristão parece vogar em contracorrente. Mas, afinal, quando compreenderemos que seguir Jesus é ser diferente? 

publicado por Theosfera às 10:25

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro