O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quinta-feira, 04 de Fevereiro de 2016

Quem não gosta de um elogio? E quem gostará de uma censura?

Somos humanos e, como humanos, gostamos mais de elogios do que de censuras.

Um elogio é sempre agradável e uma censura é sempre desoladora. Mas não podemos viver em função disso.

Como dizia Napoleão, para o homem maduro, «tanto se lhe dá que o elogiem ou censurem; ele não pode senão dar ouvidos à voz da sua consciência».

É isso que importa. Mas não será isso que falta?

publicado por Theosfera às 09:26

De Anónimo a 8 de Fevereiro de 2016 às 23:46
Mas há quem, infelizmente, não ouça a voz da conscência! Maltrate, injurie os outros, destrua a sua reputação e seja muito ovacionado(a) na praça pública como se tivesse, no seu quotidiano, uma actuação irrepreensível!


mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro