O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 15 de Abril de 2014

Estender o amor aos inimigos não significa esticar o ódio aos amigos.

Por isso, Nietzsche não tem razão: «O homem do conhecimento não só deve poder amar os seus inimigos, deve também poder odiar os seus amigos».

Se alguém odeia os amigos, como pode amar os inimigos?

Quem tem ódio dentro de si acaba por soltá-lo diante de todos.

Uma coisa, porém, é certa. Há quem odeie mais pelo bem que lhe é feito do que pelo mal que lhe possa ser realizado.

Mistérios que a vida vai tecendo...

publicado por Theosfera às 10:39

De Fabiano Pereira a 26 de Junho de 2014 às 03:16
"Amar o inimigo" é enaltecer sua perfeição de pensamento, amar seu ofício, sua estratégia, sua inteligência, eloquência, sua clareza de raciocínio, seu traço gracioso na tela de uma pintura... ele é seu inimigo porque não o entende ou entende tanto que vê suas falhas e não as tolera...assim ele é seu inimigo, porque o destrata, porque considera você menos talentoso ou apenas medíocre.

"Odiar seu amigo" é mais claro ainda. Você não tolera alguém tão querido agir de forma menos ética, menos nobre. Você tenta passar por cima disso, fazer "vista grossa", mas quem você é não consegue mais valorizar tal comportamento. Quando finalmente toma coragem de pôr a amizade à prova e pedir uma atitude diversa, ele faz troça de você. A expectativa que guardamos é transformada em decepção. A linha do amor e o ódio é tênue, daí você não consegue mais admira-lo. O "ódio ao amigo" é a desilusão de vê-lo não evoluir, de decidir não ousar ser melhor.


mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro