O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 25 de Outubro de 2014

Se fosse hoje, a tarefa de Aristóteles e de Maquiavel seria bem mais complexa.

Aristóteles foi preceptor do futuro imperador. Maquiavel é o conselheiro do príncipe. Os dois influenciaram os detentores do poder.

Nos tempos que correm e talvez sem nos apercebermos, as coisas são diferentes.

O poder já não está no soberano; está cada vez mais nas massas.

É por isso que o político não tem de ser competente; acima de tudo, tem de ser popular.

Já lá vão os tempos, e ainda bem, em que o soberano perseguia. Mas agora, os políticos são cada vez mais insultados, apupados.

A saudável divergência está a ser substituída por uma inevitável animosidade.

A opinião pesa mais que a orientação. A contestação tende a assumir a forma de ódio.

Como as massas nunca estão satisfeitas, a instabilidade no exercício do poder tende a aumentar.

Tudo está a mudar. Tudo está a mudar depressa. Para melhor?

publicado por Theosfera às 23:03

De Evágrio Pôntico a 25 de Outubro de 2014 às 23:53
Sr. Padre João, a contestação existe porque os políticos actuais são mentirosos compulsivos.

Tudo prometem para ganhar as eleições, sabendo, de antemão, que nunca poderão cumprir tais irrealistas promessas. Mesmo assim, mentem despudorada e descaradamente... com o intuito vil de enganar os eleitores !

Não olham a meios para atingir o poder. Mas tal conquista do poder não visa o benefício do Povo, mas, antes, o saque aos rendimentos de quem verdadeiramente trabalha, com vista à ignóbil distribuição de sinecuras e benefícios às parasitas camarilhas partidárias.
Aqui seguem os princípios de Maquiavel...

Quão longe estão da ética de Aristóteles...!


mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro