O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 15 de Agosto de 2015

Belo — muito belo — é este dia. Grande — muito grande — é a festa que celebramos neste dia.

De facto, muito belo é este dia e muito grande é esta festa.

É grande a festa no Céu e na terra. É grande a festa em toda a terra. É grande a festa na nossa terra. E grandes são também os motivos de festa neste Santuário de Nossa Senhora dos Remédios.

Foi, com efeito, neste dia 15 de Agosto, há 654 anos, que provavelmente foi celebrada a primeira Missa neste lugar.

A Capela de Santo Estêvão foi inaugurada a 15 de Agosto de 1361 por D. Durando Lourenço.

Nessa altura, só Deus sabia que, 400 anos mais tarde, aqui haveria ser inaugurada a casa da Sua — e nossa — Mãe: Nossa Senhora dos Remédios.

E foi já com o Santuário praticamente concluído que, também neste dia 15 de Agosto (de 1882), houve aqui uma celebração que ficou gravada na memória de todos.

O rei de Portugal, D. Luís — acompanhado pela rainha, D. Maria Pia, e pelos príncipes D. Carlos e D. Luís Filipe — participou na Santa Missa neste mesmo Santuário, presidida pelo então Bispo de Lamego, D. António da Trindade de Vasconcelos Pereira de Melo.

Mas este 15 de Agosto não é menos importante.

Está aqui o rei dos reis. Está a rainha do Céu e da terra. E estão aqui muitos dos Seus filhos.

Esta é, pois, uma Eucaristia de louvor, de alegria e de muita festa.

publicado por Theosfera às 11:13

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2015
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro