O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

A vida não estaciona no passado, mas os seus começos vieram de lá.

Ignorar ou subestimar o passado é como não cuidar das raízes de uma árvore.

Em ambos os casos, os frutos ficam ameaçados.

Daí o aviso prudente do padre António Vieira: «Os exemplos dos tempos passados costumam ser as regras e os documentos para os presentes e futuros»!

publicado por Theosfera às 13:12

De Alano de La Roche a 23 de Outubro de 2014 às 14:59
Os escritos do Padre António Vieira deveriam ser fonte e reflexão para o exercício do poder. Infelizmente, os nossos governantes são pouco versados nos clássicos...
Por isso, ao não colher os ensinamentos dos que nos precederam, erram e tornam a errar, sistematicamente...
Imberbes e imaturos - e extremamente incultos - como são, os que governam (?) o País, ao desprezarem os ensinamentos da História, não conseguem atingir uma linha de rumo certo para Portugal, fazendo sofrer, não só os mais pobres e desprotegidos, mas também as pessoas de bem que não pactuam com a desonestidade...


mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro