O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 27 de Fevereiro de 2016

Dá que pensar que um partido como o Bloco reconheça Jesus como Filho de Deus.

E que um partido com um discurso tão feminista (e uma direcção tão feminina) pareça ignorar que o mesmo Jesus também tem Mãe.

José é o pai adoptivo de Jesus. Deus é o Pai natural de Jesus. Mas, como se vê em algumas línguas, este Pai não é masculino nem feminino.

Há quem ache graça a tudo o que soa a dessacralização. 

Sucede que este não é um problema só dos outros.

Jesus é o que há de mais sagrado, de mais santo.

Não nos limitemos a pedir aos outros que respeitem a sacralidade de Jesus. Honremos nós também (e sempre) a santidade do Filho de Deus!

publicado por Theosfera às 08:43

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro