O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 29 de Novembro de 2011

Daqui a a uns meses (poucos), estaremos com menos um argumento para explicar o nosso atraso.

 

Com quatro feriados a menos, como é que se explicará que a nossa produtividade não aumente?

 

Nesta altura, refira-se, Portugal está numa situação de equilíbrio.

 

Tem ligeiramente mais feriados que alguns países. Tem ligeiramente menos feriados que outros países.

 

E tem até muito menos feriados que a Estónia, que conta 22. Esta, apesar disso, está numa linha ascendente do desenvolvimento.

 

Provavelmente, iremos celebrar pela última vez a restauração da independência no dia 1. Não admira. Já voltámos a perdê-la de novo! Para sempre?

 

Também daqui a uns meses (poucos), o Governo estará na posse de menos um argumento para justificar o nosso atraso.

 

A partir do dia 8, em todas as ex-SCUT, vamos pagar portagens.

 

E, no entanto, vão continuar a dizer que as receitas não chegam.

 

Já se fala em portajar as entradas das cidades. Não faltará muito para portajar a entrada na nossa própria casa!

 

Ao contrário do que dizia Marx, há coisas que começam como comédia e acabam em tragédia!

publicado por Theosfera às 10:20

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro