O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Segunda-feira, 21 de Novembro de 2011

Às vezes, precisamos de adoecer para sentir o valor da saúde.

 

Precisamos de uma despedida para ver a importância de uma presença.

 

Precisamos de passar pela noite para apurar a beleza da luz.

 

Precisaremos de morrer para ter a certeza da maravilha da vida?

 

A eternidade projecta uma nova clareira sobre o tempo. Em tudo, podemos encontrar um sentido.

 

Até no mais negativo. Sobretudo no mais negativo? Há coisas que só Deus sabe!

 

É, quase sempre, tarde (muito tarde) que damos valor a um gesto, a um acontecimento ou a uma pessoa.

 

Habitualmente, só depois de tudo desaparecer é que reconhecemos a importância que as coisas tiveram para nós.

 

Por isso é que Cícero defendia a necessidade de envelher cedo. Porque assim se alcança mais depressa a maturidade.

 

E, quanto à gratidão, é fundamental que os olhos acordem!

publicado por Theosfera às 21:40

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro