O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sexta-feira, 04 de Dezembro de 2009
O ponto de partida de Zubiri reside não no ser mas mais além do ser. Ora, mais além do ser está a realidade, noção que alicerça e vertebra toda a sua trajectória metafísica e toda a sua construção teologal. Assente este ponto de partida, o decisivo nem sequer é a ideia que o homem possa fazer da realidade, mas a impressão da realidade no próprio homem.
 
Dado que «estar na realidade consiste em viver» e uma vez que «estamos na realidade na medida em que somos uma essência aberta», percebe-se que a instalação da realidade no homem desencadeie imperativamente a busca do seu fundamento último, que Zubiri denomina deidade e que, na prática, coincide com o que designamos por Deus. É assim que o homem e Deus são dois problemas afins, pelo que hão-de ser encarados e formulados não de forma adversativa, mas integradora.
 
A questão de Deus acaba por não ser menos antropológica que a questão do homem e, como nos adverte Hannah Arendt, a questão do homem acaba por não ser menos teológica que a questão de Deus. Daí que — sublinha Adolphe Gesché — apenas seja viável pensar Deus e o homem como intersignificantes.
 
Isto significa que Deus só é pensável com o homem e que o homem nunca é pensável sem Deus.

 
publicado por Theosfera às 11:14

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro