O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sexta-feira, 23 de Setembro de 2011

Palavras.

 

Umas vezes, são asas. Outra vezes, parecem brasas.

 

Há palavras que, assim que se soltam dos lábios, voam pela vida, pairam pelo tempo e alojam-se na alma.

 

Marcam-nos continuamente. E mudam-nos para sempre.

 

Elas são a paz sonhada, a luz acesa, o amanhã antecipado.

 

Mas também há palavras que queimam, que que magoam, que agridem. Que matam?

 

A dor por elas trazida parece que nunca se ausenta. Jamais cicatriza.

 

Gostaríamos de as esquecer. Mas eis que elas, obstinadamente, teimam em permanecer. Em torturar.

 

Uma só palavra pode fazer toda a diferença.

 

Tanto pode abrir-nos um horizonte como tapar-nos um caminho...

publicado por Theosfera às 20:01

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro