O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quarta-feira, 07 de Setembro de 2011

A Bíblia diz que o amor é tão forte como a morte. Mas, pelos vistos, até em vida se pode acabar com ele.

 

Diz um estudo publicado no Reino Unido que os casamentos acabam porque já não há amor.

 

Quero acreditar que, mesmo quando um casamento acaba (e há que respeitar a decisão, muitas vezes, dramática das pessoas), o amor pode permanecer.

 

Não consigo crer que alguém possa sentir ódio por alguém. Continuo a pensar que é o amor que prevalece entre as pessoas. Mesmo quando se entende que não há condições para estar em conjunto.

 

Terminar um relacionamento pode não ser exactamente o mesmo que terminar o amor.

 

Aprendemos que o amor é eterno. E S. Paulo assegura que, quando tudo acabar, o amor subsistirá.

 

Só que, na prática, tudo isto é muito complexo. Mas não há dúvida de que o nosso tempo é excitante. Desde logo, pelas perguntas que levanta e pelas inquietações que coloca.

 

Nunca julguemos ninguém. Até porque, frequentemente, é por amor que se tomam as opções mais dolorosas.

publicado por Theosfera às 11:39

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro