O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Segunda-feira, 05 de Setembro de 2011

Faz, hoje, catorze anos que morreu Madre Teresa de Calcutá.

 

Sofria do coração. O seu coração sofria o sofrimento dos outros.

 

Teve sempre uma percepção muito aguda das prioridades.

 

Cristo aparecia-lhe nos mais pobres de entre os pobres.

 

Era aí que ela O encontrava. Por isso, dizia «não ter muito tempo a perder com visitas a santuários».

 

Aos sacerdotes teve a ousadia de reclamar o essencial. De terço na mão, pediu-lhes para falarem de Cristo. 

 

Percorreu o mundo. Não conheceu fronteiras. O amor, para ela, foi sempre universal, ilimitado.

 

O amor é para todos. É para sempre.

publicado por Theosfera às 10:25

De Maria da Paz a 5 de Setembro de 2011 às 16:07
Rev.mo Senhor Doutor:
Penso que em Madre Teresa de Calcutá está o esplendor da Igreja.


No fundo, e apesar dos seus defeitos e "entorses" eu creio na Igreja e penso que dois mil anos depois ela mantém o selo de Cristo. Mas às vezes, há atitudes de pessoas da Igreja que parece que eclipsam de nós o Rosto Luminoso de Deus. Então, decerto, Deus pede-nos que a nossa Fé seja mais forte. Que sejamos nós o reflexo da Sua Luz. Mas é tão difícil.
Nos momentos em que "detesto" a Igreja, "agarro-me" a São Pedro, o primeiro Papa. De resto, ele "tem a obrigação" de me proteger , pois é o padroeiro de Vila Verde, a terra de um dos ramos dos meus antepassados. Digo isto em jeito de carinhosa brincadeira; mas é edificante a fé dos naturais da supracitada pequenina aldeia para com São Pedro: uma fé com muito amor, com muito carinho, como se São Pedro fosse da família de cada um. E eu creio que, numa dimensão que não é deste mundo, São Pedro é mesmo da família de cada um destes naturais ou descendentes de Vila Verde. É da família de todos nós Igreja- com todas as vicissitudes dos nossos defeitos e falhas.
Queira corrigir, Rev.mo Senhor Doutor, o que eu tenha dito de errado. Deus me perdoe que às vezes sou um bocado irreverente e iconoclasta!


Que o milagroso São Pedro me valha!
Afectuosamente,
Maria da Paz

De Theosfera a 5 de Setembro de 2011 às 17:43
Ex.ma Senhora Dra: muito obrigado por tudo. Muita paz no Senhor Jesus.


mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro