O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quinta-feira, 11 de Agosto de 2011

A paz é mais que o não fazer. A ser assim, o campo ficaria totalmente aberto a quem contraria a paz.

 

A paz não é a indiferença perante o que se passa, nomeadamente diante da injustiça. Nessa altura, as pessoas são tentadas a responder com violência.

 

Falta, na nossa vida, uma cultura efectiva da paz.

 

A paz dinama do compromisso com a justiça e alimenta-se da solidariedade.

 

Só há paz a partir da denúncia das situações injustas e do anúncio de alternativas.

 

O que nós temos, habitualmente, não é paz. É o esmagamento da revolta pela opressão das autoridades ou, então, o silenciamento das mágoas com receio de represálias.

 

O coração das pessoas assemelha-se, cada vez mais, a uma panela a ferver. No momento que passa, a àgua transborda e a panela salta.

 

E isto não se passa apenas nas ruas. Passa-se também (e bastante) nas famílias.

 

Ontem, ocorreu mais um fratricídio em Portugal.

 

Esta é uma realidade e é um poderoso sinal.

 

Estamos a perder o sentido da fraternidade.

 

Só a fraternidade alimenta o sonho da paz.

publicado por Theosfera às 10:57

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9

16
17
18
19
20

21



Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro