O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Domingo, 07 de Agosto de 2011

Tudo é teofânico. Nada deixa de revelar Deus.

 

Elias encontra-O na brisa suave. Os discípulos vêem-No nas águas, quiçá, agitadas.

 

Inicialmente, Jesus é confundido com um fantasma. Aliás, há quem misture espírito com fantasmas.

 

Sucede que fantasma é o que não tem realidade. Já o espírito é o que dá ânimo à realidade.

 

Por isso é que espírito é correlativo de anima, que em português se traduz por alma.

 

A palavra que está na origem de espírito é ruah, o vento, a tal brisa suave na qual Deus visitou Elias.

 

O primeiro sentimento diante de Jesus é o de medo.

 

Hoje, continua a haver medo: medo na família, medo no trabalho, medo na política, medo na religião.

 

Jesus diz para não ter medo.

 

Não tem medo quem não está aprisionado por ambições nem por interesses. Não tem medo quem é livre.

 

Jesus é a celebração da liberdade no altar da verdade.

publicado por Theosfera às 13:07

De Evágrio Pôntico a 7 de Agosto de 2011 às 18:05
"Jesus diz para não ter medo." - Sigamos, pois as ordens seguras do Mestre: Duc in altum!

"Não tem medo quem não está aprisionado por ambições nem por interesses. Não tem medo quem é livre." - Sábias palavras...

Paz e Bem.


mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9

16
17
18
19
20

21



Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro