O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 06 de Agosto de 2011

Muito se tem discutido sobre a identidade europeia. Muitos argumentos têm sido invocados na sua defesa. E não falta até quem, pelos ínvios caminhos do extremismo, recorra à violência para a impor.

 

Labora-se, entretanto, num equívoco, que aliás tem similitude no passado com resultados sangrentos. Presume-se que a identidade da Europa é fechada, monolítica, homogénea.

 

Nada concorre para suportar tal visão.

 

A identidade europeia é aberta, plural e bastante heterogénea.

 

Ela foi forjada no convívio (nem sempre pacífico, é certo) com outras culturas e civilizações.

 

Ela assimilou e foi assimilada.

 

A sua grandeza esteve sempre na sua capacidade de acolher e de integrar.

 

É por isso que determinadas demonstrações de força redundam, quase sempre, em penosos certificados de fraqueza.

 

A Europa precisa de se reencontrar consigo. Com a diversidade cromática que a constitui e embeleza.

publicado por Theosfera às 11:20

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9

16
17
18
19
20

21



Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro