O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sexta-feira, 29 de Julho de 2011

São os jogadores que fazem o futebol. São os pintores, escultores e músicos que fazem a arte.

 

É sobretudo pelos escritores que tomamos contacto com uma língua.

 

É assim que, por exemplo, associamos o Latim a Cícero e o Inglês a Shakespeare.

 

Que eu saiba, ainda não vi nenhum grande escritor defender o Acordo Ortográfico.

 

Há alguns até que militam fortemente na oposição.

 

José Saramago disse que nunca ia escrever segundo os seus ditames. Mas há mais: Vasco de Graça Moura, Inês Pedrosa, José Cutileiro, Fernando Dacosta, Sousa Tavares, Pedro Mexia, António Emiliano, Maria Lúcia Lepecki, etc.

 

Ora, se os melhores cultores da nossa língua se mostram tão afastados deste acordo, não seria motivo para repensar todo o processo?

 

É verdade que reputados especialistas estiveram na sua origem.

 

Mas os especialistas são analistas. São os escritores que levam mais longe a nossa língua.

 

Confesso que este dado tem-me dado muito que pensar.

publicado por Theosfera às 23:26

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro