O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quinta-feira, 21 de Julho de 2011

Dizem que os gostos não se discutem. Mas a mesma liberdade que preceitua as escolhas não impedirá que se analisem as mesmas.

 

Este é o tempo das festas e festivais a que nem a crise põe cobro.

 

Muitas dessas festas são dedicadas a Nossa Senhora e aos Santos, mas o que mais avulta são programações onde a qualidade é escassa.

 

Numa altura em que a alma anda descompensada e anela pela paz do silêncio, impressiona que se cultue a estridência da música e o estrépito dos arraiais.

 

Não quero execrar o que dimana da vontade das populações. Desejo apenas fazer justiça a quem ela é devida.

 

Compulsando o programa das diversas festas, o melhor é, sem dúvida, o da Festa do Avante.

 

A 35ª Festa do Avante será marcada pela segunda Gala de Ópera e associa-se à comemoração dos 35 anos de carreira dos Trovante e dos 40 anos de Sérgio Godinho.

 

Gostos não se discutem. O que não impede que os respectivos sabores sejam diferentes.

 

Refira-se que, já em 2000, a Festa do Avante assinalou, devidamente, o centenário de Bach, um autor de marcada vibração espiritual.

 

«Extrema se tangunt»?

publicado por Theosfera às 21:13

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro