O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quinta-feira, 21 de Julho de 2011

Há trinta anos, tinha eu dezasseis anos. Nesse dia 21 de Julho de 1981, eu estava a ajudar o meu Padrinho que era ecónomo e secretário do Seminário. Eram férias grandes.

 

Quando vínhamos para o almoço, ouvimos três estrondos de uma estridência supina. Houve janelas que partiram, suportes das fechaduras que tombaram e uma nuvem hiroshimiana encobriu toda a cidade.

 

Uma pirotecnia explodira. Situava-se mesmo em frente do Seminário. Várias pessoas (já não sei quantas) morreram. Vi pedaços de corpos espalhados pelas vias.

 

Foi um dia horrível. Lamego foi notícia. Por causa de uma tragédia. No dia seguinte, o Primeiro-Ministro, Dr. Pinto Balsemão, vinha à cidade inaugurar o Mercado Municipal.

 

Mas a dor da véspera tudo ensombrou. Pudera!

publicado por Theosfera às 10:30

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro