O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 19 de Julho de 2011

O que mais me ficou, do dia 19 de Julho de 1987, foi o termo de um dos acampamentos de escutas do agrupamento da minha terra natal: S. João de Fontoura (Resende).

 

Tinha começado dois dias antes, em Porto de Rei. Nesse tempo, Porto de Rei não era tão conhecido. Mas era possuído de iguais encantos. Era tudo natural.

 

Não havia piscinas nem mesas de pedra. Havia o rio, árvores e o resto era feito por nós.

 

Antes de cada acampamento, havia sempre um ingrediente que a todos era recomendado: boa disposição para nos acolhermos uns aos outros. E o saldo era sempre (muito) positivo.

 

Foi aí que montámos as tendas. Sucede que, no sábado, se levantou um grande temporal: chuva, vento e trovoada.

 

Para meu espanto, a alegria multiplicou-se. Cada um deitou mãos à obra para segurar as tendas. Tudo correu bem.

 

Rezávamos sempre o santo Terço. O pároco da altura deslocou-se ao local para a Santa Missa.

 

O ambiente era de uma fraternidade muito sentida, muito bela. Não era preciso apelar para a autoridade do chefe.

 

Tudo era dialogado e decidido em comum. Éramos todos um só desde os mais pequeninos, os lobitos.

 

Passados todos estes anos, ainda há quem telefone para oficiar um casamento ou para baptizar os filhos. São daquelas situações em que um não se torna impossível.

 

Sei bem que os saudosismos não resolvem nada. Mas as saudades têm o seu valor. Elas são a presença na ausência. Fazem reviver as coisas (neste caso, as melhores coisas) que nos aconteceram.

 

Recordando momentos felizes, vamo-nos reencontrando (nem que seja por breves instantes) com alguns eflúvios de felicidade.

publicado por Theosfera às 23:14

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro