O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Segunda-feira, 18 de Julho de 2011

Nem sempre estou de acordo com Marinho e Pinto.

 

O conteúdo e sobretudo a forma fazem acender em mim algumas resistências.

 

Mas confesso que o tema que, hoje, traz à nossa consideração está cheio de pertinência.

 

O país vai pagar, ao longo da legislatura, 105 milhões de euros aos partidos políticos.

 

Por cada voto está estipulado um valor. No total, atinge-se aquele montante.

 

É claro que os partidos são essenciais para a democracia.

 

Mas é a própria democracia que (estão sempre a dizer-nos) não se esgota no Estado.

 

Tanto se critica a subsidiodependência, tantos sacrifícios estão a ser pedidos aos cidadãos e vemos números desta dimensão a serem encaminhados para os partidos.

 

Acresce que nem está em causa a sobrevivência dos partidos porque a sociedade civil (donde eles emergem) é capaz de gerar os apoios necessários.

 

Antes de falarem de demagogia, seria bom que pensassem na substância do problema.

publicado por Theosfera às 09:56

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro