O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Segunda-feira, 11 de Julho de 2011

Javier Aranguren alertou que a pressa é, juntamente com o ruído e o êxito, uma das doenças do nosso tempo.

 

Mesmo em tempo de abrandamento de actividades, tudo continua a ser apressado.

 

A pressa encastoou-se no nosso fundo e não já não conseguimos viver sem ela.

 

As pessoas andam nas férias ao mesmo ritmo que andam no trabalho: apressadas.

 

O destino da pressa é outro, mas a cadência é a mesma: acelerada.

 

Queremos tudo à pressa.

 

Até os poderes decidem à pressa. Dá-se inclusive o caso da célebre agência Moody's ter atirado Portugal para o lixo porque não acredita nas medidas anunciadas pelo Governo.

 

Repare-se. Ainda não foram aplicadas e já se antecipa o seu resultado.

 

Tudo está com pressa. Fala-se com pressa. Escuta-se com pressa. Reza-se com pressa. Vive-se com pressa e morre-se com pressa.

 

Não nos apercebemos, mas vamo-nos tornando máquinas. O coração é visto como um motor.

 

Uma máquina anda, não sente.

 

É impossível humanizar as máquinas. É doloroso maquinizar os homens. 

 

Acabámos de saber que somos dos países que pior tratam os idosos. A nossa pressa não se compadece com a o seu ritmo, mais pausado.

 

A pressa obscurece a inteligência e anula a paciência.

 

Os últimos dias voltaram a ser dominados pela tragédia.

 

É duro ver a facilidade com que se avança para a solução final, para a solução fatal.

 

Há quem mate. Há quem se mate.

 

Também aqui a pressa aparece. Todos têm um juízo a fazer, uma explicação a dar.

 

É tempo de desacelerar. É tempo de repensar.

 

O sol brilha. Mas não aquece os corações.

 

Um novo amanhecer está à nossa espera?

publicado por Theosfera às 10:12

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro