O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quarta-feira, 06 de Julho de 2011

Cada época tem as suas próprias necessidades.

 

Hoje em dia, sentimos uma enorme carência de silêncio.

 

Quanto menos o praticamos, mais o admiramos.

 

É por isso que andamos à procura de ouvidos que nos escutem, de almas que nos acolham, de vidas que nos confortem.

 

A certa altura, nem nós mesmos conseguimos ser confidentes de nós próprios. Parece que estamos cheios de tanto vazio, de tanto ruído, de tanta agitação.

 

Neste afã de tudo publicitar, até os segredos são objecto de discussão pública. Há dias, um canal televisivo debatia o chamado sigilo profissional.

 

Como não podia deixar de ser, lá estava o padre. O seu sigilo chama-se sacramental e não admite excepção em caso algum.

 

É um certificado que pretende assegurar a confiança.

 

É por isso com lástima que se verifica que, mesmo sem mencionar nomes, se aludem a casos reportados.

 

A jornalista perguntava: «Já lhe aconteceu alguém contar-lhe isto ou aquilo?» E o sacerdote confirmava.

 

Com todo o respeito não me parece correcto.

 

Se alguém nos confia a sua intimidade é para ficar na nossa intimidade.

 

Guardar um segredo é o maior selo da lealdade e o mais excelso garante da amizade.

publicado por Theosfera às 10:06

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro