O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Domingo, 26 de Junho de 2011

Causa dó acompanhar o caudal informativo que nos é servido, já não dia a dia, mas minuto a minuto.

 

A quantidade é inversamente proporcional à qualidade.

 

O paradigma de pertinência já não é a relevância intrínseca ou a interferência na nossa vida.

 

Para algo ser notícia, basta que seja fútil. Dir-se-ia até que quanto mais fútil, mais relevante.

 

Ele são os passos dados pelas celebridades. Quantas vezes se casam e divorciam. Os pratos de que gostam mais. Os sítios onde passam férias.

 

Não estamos apenas perante a liberdade de cada um e o direito de informar. Estamos também perante factores de decadência onde o belo e o bom cedem perante o bizarro e o excêntrico.

 

A música destaca-se pelo ritmo e pela estridência. Perdeu-se a mensagem e evaporou-se a melodia.

 

A literatura esqueceu-se das referências e queda-se pelas histórias das celebridades.

 

A moda é o esplendor do mau gosto.

 

As televisões parecem competir no vazio exibicionista.

 

Daí que quase ninguém se espante quando surgem notícias como estas: o concurso para o cão mais feio ou o gato que ladra.

 

Mas o pior é que o fútil também consegue ser trágico. Um indivíduo matou outro porque este falhou o...bruxedo!

publicado por Theosfera às 00:00

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9

18




Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro