O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 21 de Junho de 2011

Podemos ver, muitas vezes, a mesma coisa, mas, de cada vez que a vemos, surge-nos com uma configuração diferente.

 

Assim se passará, creio eu, com os textos.

 

Ao lermos um livro, retemos determinadas frases. Mas tais frases destacadas em jornais ou blogs parecem assumir uma feição singular e uma pertinência diferente.

 

Li o livro de Timothy Radcliffe Ser cristão para quê? com grande interesse. Mas esta frase que vi, hoje, destacada no Tribo de Jacob forçou-me a uma prolongada meditação. 

 

Ei-la:

 

«Se a Igreja quer ser testemunha da alegria da Ressurreição, nós temos de permanecer libertos do medo. Há demasiado medo na Igreja - medo da modernidade, da complexidade da experiência humana, de dizer o que realmente acreditamos, medo uns dos outros, medo de nos enganarmos, de não alcançar aprovação. É este medo que pode, por vezes, apagar aquela alegria que deveria intrigar as pessoas e levá-las a interrogar-se sobre o segredo das nossas vidas».

publicado por Theosfera às 10:31

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9

18




Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro