O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quarta-feira, 25 de Maio de 2011

Desconheço os motivos, mas apercebi-de de que havia um desencontro entre José Mourinho e Jorge Valdano.

 

É estranho que até um dos maiores clubes do mundo pareça ser pequeno para dois homens.

 

À partida, as funções de um não colidiam com as atribuições do outro.

 

A aposta do Real Madrid em Mourinho aparenta ser mesmo total pois não é fácil prescindir de uma figura de referência como Valdano.

 

Diga-se que, além de excelente jogador, Jorge Valdano tem uma robustez intelectual impressionante. Os textos que assina primam por uma elegância surpreendente.

 

Não há muita gente a escrever como Valdano.

 

Sabendo como o futebol se presta a lugares-comuns, a prosa de Valdano destacava-se pela agudeza, pela profundidade, pelo rigor e pela seriedade.

 

Com ele, o futebol até se assemelha a uma ciência.

 

Acresce que sempre me pareceu ser uma pessoa educada, comedida, um senhor.

 

Pelo que se diz, terá sido Mourinho a forçar a saída de Valdano.

 

A aposta é alta e o risco enorme. Para o ano, Mourinho não pode falhar.

 

É sabido que o treinador luso se dá bem com o risco e com os limites. Mas creio que não seria necessário esticar tanto a situação.

 

Custa sempre assistir à saída de um homem de bem.

publicado por Theosfera às 22:09

De António a 26 de Maio de 2011 às 00:00
Mourinho desde que o Real Madrid levou um banho de bola do Barcelona e 5-0 no resultado final, passou a ter muita dificuldade de dominar os seus ímpetos biliosos...

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro