O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 24 de Maio de 2011

Uma jovem é violentamente espancada.

 

Todos têm uma opinião depois. Ninguém parece ter uma solução antes.

 

Todos são unânimes na condenação. Mas ninguém parece encontrar uma via de prevenção.

 

Todos somos eloquentes a comentar. E todos nos sentimos impotentes para evitar.

 

Estes jovens frequentam a escola.

 

A nenhum aluno é exigível o máximo. Mas de todos é expectável o mínimo. O mínimo de respeito. O mínimo de decoro. O mínimo de dignidade.

 

O cenário deste vídeo tem os ingredientes fundamentais da decadência: a violência da agressão e a indiferença dos circunstantes. Isto para não falar do cinismo de quem encontra material para colocar no facebook!

 

Inacreditável.

 

E só depois de tudo isto correr o mundo das redes sociais é que acordamos.

 

Só depois de sentirmos as consequências é que acordamos para as causas.

 

Que andamos a oferecer aos mais novos na família e na escola? Muitos conhecimentos e vastas competências, sem dúvida.

 

Mas quando falta o humanismo, falta o essencial, falta tudo.

 

«O supremo entender - advertia Agostinho da Silva - é a bondade».

 

Não propugnando um reforço da carga horária, creio que urge introduzir, em todos os graus de ensino, a disciplina de Irenologia (Educação para a Paz).

 

É preciso, desde a mais tenra idade, reforçar os valores fundamentais, polarizados em torno dos transcendentais: a verdade, a bondade e a beleza.

 

São os valores que estão em todos. Só que, pela amostra, parecem atirados para um fundo praticamente imperscrutável. É urgente voltar a trazê-los para a superfície.

 

Acredito que cada ser humano transporta muito de bom dentro de si mesmo. Pena é que só o mal seja exibido.

 

publicado por Theosfera às 21:59

De António a 24 de Maio de 2011 às 23:40
Razão tinha Shakespeare quando disse: " o inferno está vazio, os demónios estão todos aqui"

De Theosfera a 25 de Maio de 2011 às 00:44
Bem observado, bom Amigo. Abraço no Senhor Jesus.


mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro