O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 21 de Maio de 2011

 

Mestre Eckhart talvez fosse João, mas o seu primeiro nome eclipsou-se dada a fama do seu génio como teólogo e pregador.

 

Trata-se de um místico de olhos abertos da Idade Média. Foi, sem dúvida, um homem de coragem que muito enobreceu a Igreja e a Humanidade.

 

A centralidade de Deus vertebrava a sua acção: «Se a tua alma encontra Deus, possuirá seis coisas: 1), o que lhe era doce torna-se amargo; 2) a tua alma fica tão apertada que já não pode permanecer em si mesma; 3) nada deseja senão Deus; 4) nada a pode consolar senão Deus; 5) não pode nunca regressar ás coisas passageiras; 6) não terá sossego interior até que Ele volte a ela de novo».

publicado por Theosfera às 11:48

De António a 21 de Maio de 2011 às 14:21
Só os místicos conseguem, do meu ponto de vista, estar mais perto de Deus. Falo de verdadeiros místicos, não de alucinados ou esquizofrénicos que passaram erradamente por místicos.

E também os deístas, embora estes se recusem a atribuir qualquer tipo de categorização moral a Deus.

As maiores falhas ocorrem nos teístas que tomam todos os textos ditos sagrados como tais, quando, muitos deles, são verdadeiras aberrações do melhor conceito místico de Deus.

Andamos nesta deriva há vários milhares de anos e hoje, nós cristãos, acabamos por tropeçar constantemente nas incongruências sistemáticas da Bíblia, no que esta também tem de mais perverso e iníquo, como é o caso, a título meramente exemplificativo, do Deuterónimo e do Levítico. Há salmos belíssimos, mas são raros, muitos são um horror de falsa e mesquinha religiosidade,onde Deus é invocado para destruir os inimigos em lutas políticas fratricidas. Haverá algo mais abjecto do que invocar o nome de Deus numa contenda guerreira, para Deus intervir em benefício de um dos contendores ? Ou haverá algo de mais anti-Deus do que pagar promessas por supostas benesses que Deusa daria a uns mas não a outros ? Que Deus necessita que alguém interceda pela Sua Intervenção discriminada nos assuntos concretos da Humanidade ? Que fizemos da capacidade crítica e analítica ? Que fizemos da nossa tentativa de entrar em diálogo íntimo com Deus ? Muito pouco.

No fundo, somos poços de arrogância e de falta de humildade e construímos um conceito completamente antropomorfizado e mesquinho de Deus.

Se alguém se atreve a tentar essa intimidade de alma com Deus, aparecem logo os fariseus do costume, muito preocupados com o seu estatuto de especiais mediadores teológicos, a estigmatizarem como relativistas aqueles que sinceramente buscam Deus no tesouro do seu coração...


mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro