O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 21 de Maio de 2011

Continua, a esta hora, a especular--se sobre quem ganhou o debate. Tenho pena que não tenha sido o país.

 

O país ganhava com perspectivas de entendimento.

 

O país ganhava se José Sócrates defendesse mais os méritos do seu governo sem se preocupar tanto com denunciar os possíveis deméritos das propostas da oposição.

 

O país ganhava se Passos Coelho apontasse mais as virtudes das suas propostas sem se gastar tanto na depreciação da acção governativa.

 

O país ganhava se cada um fosse mais pró-activo e menos reactivo.

 

Uma nota final.

 

Por muita discordância que haja, importa manter a compostura.

 

Uma rápida passagem pelas páginas online mostra muita animosidade. O senhor primeiro-ministro é, por vezes, tratado por nomes bastante violentos. Há até uma petição para que ele seja processado judicialmente.

 

Em momentos difíceis, a serenidade é ainda mais necessária.

 

Que ela não desapareça, apesar de andar tão discreta.

 

 

publicado por Theosfera às 00:07

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro