O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Segunda-feira, 02 de Maio de 2011

Ben Laden era uma ameaça em vida. Ben Laden continuará a ser um perigo depois de morto.

 

O recurso à morte leva a que todas as vitórias sejam efémeras. Foram muitos os que morreram às ordens de Ben Laden. Quantos não irão morrer, agora, na sequência da sua morte?

 

O grave é que muitos inocentes serão imolados nesta luta sem quartel.

 

Ben Laden fez muito mal a muita gente. Mas, por uma questão de princípio, nenhuma morte nos pode alegrar. Até porque não é a morte de um assassino que devolve à vida os assassinados. Nem tampouco evita que outros assassínios se cometam.

 

Não deixa de ser curioso notar o seguinte. Um presidente considerado belicoso não conseguiu eliminar Ben Laden. Foi com um presidente visto como pacifista (e até galardoado com o Nobel da Paz) que esta morte se consumou.

 

Não sou estratego. Não me perguntem, pois, como travar as acções de Ben Laden.

 

O caminho para a paz não é linear. De uma coisa estou seguro. O terrorismo não vai terminar. A esta hora, a sede de vingança deve ser enorme.

 

Para nos defendermos, não podemos falhar nunca. Mas para nos matarem, basta que não falhem uma vez.

 

Neste dia de sol, o mundo continua sombrio. De quanto tempo precisaremos até percebermos que não há caminho para a paz a não ser a paz?

 

Desde o dia 11 de Setembro até hoje, é a violência que tem triunfado. Até quando? 

publicado por Theosfera às 09:32

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro