O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 16 de Abril de 2011

A economia da Suécia está a crescer mais de 4%. E os impostos estão a baixar.

 

É um país com um território muito maior que o nosso, mas com uma população ainda inferior à nossa.

 

Se eles conseguem, porque é que nós desconseguimos? 

publicado por Theosfera às 11:44

De Maria da Paz a 16 de Abril de 2011 às 13:51



«Se eles conseguem, porque é que nós desconseguimos ? »


Creio que a resposta nos vem do outro mundo, lá dos Campos Elísios, onde, decerto, Caius Julius Caesar repousa:

« Há nos confins da Ibéria um povo estranho que nem se governa, nem se deixa governar!»

Valha-nos Deus! Não evoluímos nada!
Atados a nós mesmos, e bem fornecidos por bandos de salteadores e outros ladrões de colarinhos brancos e engomados, ou nos regeneramos de alto a baixo ou não vamos a lado nenhum!
Deus nos acuda!
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<BR><BR><BR>«Se eles conseguem, porque é que nós desconseguimos ? » <BR><BR><BR>Creio que a resposta nos vem do outro mundo, lá dos Campos Elísios, onde, decerto, Caius Julius Caesar repousa: <BR><BR>« Há nos confins da Ibéria um povo estranho que nem se governa, nem se deixa governar!» <BR><BR>Valha-nos Deus! Não evoluímos nada! <BR>Atados a nós mesmos, e bem fornecidos por bandos de salteadores e outros ladrões de colarinhos brancos e engomados, ou nos regeneramos de alto a baixo ou não vamos a lado nenhum! <BR>Deus nos acuda! <BR><BR class=incorrect name="incorrect" <a>Afecctusamente</A> , Rev.mo Senhor Doutor, <BR>Maria da Paz <BR><BR>

De francisco a 16 de Abril de 2011 às 14:35
É o petróleo do mar do norte que permite aos suecos não depender da factura energética e isto reverte em benefícios fiscais e uma boa prestação social na educação e saúde.
As novas tecnologias na área energética permitirá a curto prazo reverter a dependência nacional, quer na habitação quer nos transportes.Isto resultará em benefícios incalculáveis no bolso do contribuinte, na qualidade do ambiente e inevitavelmente acarretará alguns inconvenientes para algumas empresas paralelamente.Assistir-se-á a um aumento considerável do nº de empresas dedicadas á inovação de alguns produtos (espero que não entreguem de bandeja estes recursos ao exterior),a criação de inúmeros postos de trabalho a estas áreas ligados e colocar a questão de exportar estas tecnologias para os PALOP desenvolvendo então o comércio e industria em níveis nunca antes conseguidos.É uma janela para o futuro que importa abrir e para tal será apenas necessário haver consenso no investimento empresarial.
Cumprimentos.


mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9


17



Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro