O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quarta-feira, 06 de Abril de 2011

Estava escrito. O dinheiro da Europa tinha de vir. E, como já dizia Garrett, «o que tem de ser tem muita força».

 

Não são as palavras que fazem frente à ditadura dos factos.

 

Aquilo que se tentou, primeiro, negar e, depois, adiar tornou-se inevitável.

 

A ajuda europeia tinha de vir e veio. Há-de vir também a factura.

 

Dizem que não temos alternativa.

 

As lideranças seguem atrás da realidade. Não haverá condições para irem à frente.

 

Mas o líder é o que vê longe e decide antes.

 

Esperávamos líderes que fizessem épocas. Mas são as épocas que fazem os líderes.

 

E a nossa época não está para grandezas.

publicado por Theosfera às 23:18

De António a 7 de Abril de 2011 às 14:06
Aqueles que nada contrapuseram de alternativa ao PEC 4 devem estar muito contentes com o agravamento das condições já tão graves do país.

Eu vivo num país de loucos...

De Theosfera a 7 de Abril de 2011 às 14:12
Muito obrigado, bom Amigo, por mais um conjunto de comentários deveras pertinentes. Um novo paradigma espiritual, assente na partilha e na cooperação, impõe-se. Trata-se, no fundo, do imperativo de refundar existencialmente o Cristianismo: reconduzi-lo a Jesus. Abraço no Senhor Jesus.


mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9


17



Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro