O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Domingo, 03 de Abril de 2011

O futebol acaba por ser um vazadouro de emoções que o quotidiano reprime.

 

Pela amostra dos últimos tempos, são muitas as emoções que estão sufocadas.

 

A esta hora, uma parte do país celebra de forma exuberante.

 

O FC Porto acaba de se sagrar campeão. Nas últimas três décadas, o domínio tem sido azul com algumas (breves) interrupções.

 

O importante é que as vitórias não sejam contra ninguém.

 

Saber ganhar é tão (ou mais) importante que ganhar.

 

Que haja serenidade e comedimento.

 

Parabéns aos novos campeões. Aos (quase) crónicos campeões.

publicado por Theosfera às 22:49

De Evágrio Pôntico a 4 de Abril de 2011 às 01:37
O "sucesso" do F.C.Porto assenta essencialmente num indivíduo: P.da Costa.

Mas, infelizmente, é um "sucesso" baseado praticamente e só em artimanhas urdidas por esse indivíduos e a sua "troupe"…

Tal indivíduo é o mesmo que teve a desfaçatez de se apresentar a João Paulo II, com a amante do bar de alterne, como se de casal se tratasse...

É pena que tal indivíduo corrompa a verdade desportiva, com os esquemas sujos de falsificação de resultados através da "compra" de árbitros. O que de resto está materialmente e bastamente provado em conversas gravadas...

Pena que P. da Costa incendeie as relações desportivas com incentivos para que desordeiros actuem, e envenene os ânimos para gerar confusões, de que ele, matreiramente, se aproveita para tirar dividendos. A cidade invicta merecia melhor presidente para o seu clube desportivo de maior gabarito.

Sei que muitos e bons portistas não se revêem neste indivíduo tão mal formado...

De António a 4 de Abril de 2011 às 15:20
Sou portista desde criança, desde o tempo em que os campeonatos eram sistematicamente divididos entre Benfica e Sporting.Pinto da Costa terá as suas qualidades e defeitos, mas, pelo menos, dá a cara, é frontal e não se faz passar por " boa pessoa", seráfica e supostamente polida, mas que, na hora do mau perder, consente que se apague a luz da Luz...

De António a 4 de Abril de 2011 às 15:49
Pinto da Costa tem muitos comportamentos que eu verbero,mas não é o único na esfera desportiva que merece críticas. Normalmente aqueles que o criticam já silenciam a menor censura aos comportamentos deploráveis dos presidentes dos seus clubes, numa clara demonstração de ética seleccionada.
O FCP ganhou este campeonato com toda a justiça. Foi o melhor e ganhou ao SLB por várias vezes com resultados que não deixam dúvidas: 5-0, 2-0, 1-2.
Quanto ao facto de Pinto da Costa se ter apresentado junto do Papa, assumindo o seu relacionamento sentimental, sobre esta matéria, teria muito a dizer. Poderia começar por Marcial Maciel, fundador dos Legionários de Cristo, mas prefiro ficar por aqui, em respeito à memória de João Paulo II...

De Evágrio Pôntico a 5 de Abril de 2011 às 01:06
Sr. António,
factos são factos.

Quem se apresenta perante o Papa com uma megera, fazendo-a passar por sua legítima esposa, não tem princípios nem moral...

Quem compra árbitros para que falsifiquem a verdade desportiva a favor do clube de que é presidente, inventando faltas e "penaltys", sempre que necessário, para favorecer a sua equipa, ou prejudicar adversários mais directos, não tem princípios nem moral...

Factos são factos. E eles estão bem provados, sem margem para quaisquer dúvidas.
O resto que se diga, para defender o indefensável ou justificar o injustificável... são meras tergiversações...

De António a 6 de Abril de 2011 às 14:23
Tergiversações há tantas, também daqueles que silenciam a menor crítica aos diversos Marcial Marciel ou Franc Kamberger que andam por este mundo, disfarçados de moralistas e farisaicos cordeiros, falando em nome de Deus, mas comportando-se como repulsivas e obscenas víboras...

De Evágrio Pôntico a 7 de Abril de 2011 às 02:43
Sr. António, em virtude da sua resposta, vejo-me obrigado a repetir
que factos são factos, e que a verdade não se altera com considerações à margem deles... É uma "lapalissada", de evidência tão grande, que não oferecerá contestação...

Vejo que tem alguma dificuldade em aceitar a contradita, e que lhe é mais cómodo não ter de encarar os factos, quando estes não se conformam às suas opiniões. Paciência…!

As voltas que dá à questão, com considerandos e citações que me parecem a despropósito, não vêm para o caso, e, por isso, não podem colher…

Por outro lado, e com todo o respeito, permita-me que lhe diga que não lhe fica nada bem lançar reiteradamente labéus sobre qualquer criatura naquilo que imagina ser a relação dessas pessoas com Deus! E, das suas diatribes, parece concluir que o Sr. é o único que tem a relação perfeita com Deus…

Pelo que me toca, sou católico, e pecador, e destas minhas faltas diárias procuro penintenciar-me e apelar à Misericórdia divina...

Apesar das discordâncias que vimos assumindo em algumas questões, peço-lhe desculpa se o interpretei mal, ou se o feri ao expender as minhas opiniões. Não é essa a intenção, mas apenas retorquir àquilo que não me parece ajustado. Sem ofensa.

Para si, a Paz de Cristo, que nos veio redimir do pecado e apontar-nos o caminho da salvação eterna, e continua a fazê-lo hoje e sempre...


mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9


17



Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro