O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 10 de Novembro de 2009

O nosso IP acompanha-nos sempre de modo inconsciente, quase sem darmos por ele.

 

IP é a fórmula que um casal de americanos encontrou para descrever a nossa (lusa) idiossincrasia: o português tem inveja de quem tem mais e pena de quem tem menos.

 

Pese embora o simplismo generalizador da fórmula, não deixa de encerrar uma certa sabedoria e basta pertinência.

 

Regra geral, ninguém é tão elogiado como quando abandona um lugar. Nessa altura, chovem loas ao desapego do poder.

 

Não haverá, porém, outros ângulos de análise? Será que se pode usar esta grelha de leitura em todos os casos? Só Deus sabe.

 

Mas será que se trata sempre de desapego de poder? Não haverá também, em muitas situações, fuga à missão?

 

Se os apóstolos, os profetas e os mártires seguissem este paradigma, não teriam chegado aonde chegaram.

 

A maior parte deles nunca se desapegou da missão, mesmo que a esta chamassem poder.

 

Ainda nos lembramos dos pedidos para que João Paulo II abdicasse. Alguém, hoje, diria o mesmo? Alguém duvida de que o seu testemunho na doença e na morte foi tão eloquente como durante o resto do ministério?

 

Quem perseverar até ao fim será salvo, disse Jesus.

 

Evitemos as generalizações.

 

O desapego ao poder é meritório. Mas o amor à missão é fundamental.

 

Recusar o poder, sempre! Desistir da missão, nunca! 

publicado por Theosfera às 11:39

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro