O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Domingo, 02 de Janeiro de 2011

Parece que tudo se esvai e se esfuma. A passagem de ano é, essencialmente, marcada por excessos: excesso de gastos, excesso de ruído, excesso de futilidades.

 

Dá a impressão de que se quer afogar, numas horas, as mágoas passadas e as dores futuras.

 

É preciso haver mais criatividade. Deus tem de estar no centro destes momentos. A paz da Sua companhia infunde uma felicidade incomparável.

 

Soube, entretanto, que tu, meu Irmão, saíste do ano velho a rezar; entraste no ano novo a rezar. Fizeste bem! Feliz ano novo na companhia de Deus!

 

Amanhã teremos, já, o primeiro teste!

 

Que não seja só novo o ano. Que seja nova a vida. Sobretudo a vida.

 

Não pode ser só o ano a trazer a novidade. Temos de ser todos a construí-la.

 

Extirpemos a injustiça e a violência, esbanjemos a paz e a esperança.

 

Demos as mãos. Pensemos no próximo e no pobre. Não jugulemos a vida do desfavorecido.

 

Mantenhamos acesa a coragem da verdade e da coerência.

 

publicado por Theosfera às 14:16

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro