O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quarta-feira, 04 de Novembro de 2009

Confesso que é uma desilusão. O tão apregoado O Símbolo perdido não passa de um decalque de O Código da Vinci, que já não me entusiasmara.

 

Desta vez, o filão é a maçonaria que Dan Brown descreve como uma sociedade de segredos e não uma sociedade secreta.

 

O protagonista é sempre o mesmo: Robert Langdon, professor de Harvard.

 

Provavelmente, será um brutal êxito de vendas.

 

O oculto atrai, prende e vende.

publicado por Theosfera às 23:02

De António a 5 de Novembro de 2009 às 16:11
Os livros de "Dan Brown" são como o Harry Potter para adultos. São histórias romanceadas e especulativas,bem escritas.Mas, quando olho para as histórias rocambolescas do Antigo Testamento,a começar pela simbologia de Adão e Eva e da Arca de Noé até à suposta determinação sacrifical de Abraão na pessoa do seu filho Isaac,pergunto-me qual a diferença entre o sentido romanceado da literatura de Dan Brown e,por exemplo, este texto: "Deus mandou Abraão imolar seu único filho, Isaac, e oferecê-lo em holocausto no monte Moriá. E tomou Abraão a lenha do holocausto e um cutelo e levou seu filho ao lugar que Deus lhe dissera. E edificou Abraão ali um altar e amarrou Isaac e deitou-o em cima da lenha. E estendeu Abraão sua mão com o cutelo para imolar seu único filho." ? A diferença é que os humanos autores das referenciadas histórias bíblicas, que muitos tomam como absolutamente históricas e reais, superam em prodigioso engenho imaginativo a melhor imaginação de Dan Brown.E quando aparece um Saramago a falar claro sobre essas engenhosas imaginações, cai logo o Carmo e a Trindade por afirmar aquilo que devia ser,para todos, por demais evidente...


mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro