O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sexta-feira, 17 de Dezembro de 2010

O campo de trabalho do educador não é uma parte da pessoa do educando. Não é apenas o cérebro. É a totalidade, a partir da profundidade.

 

É, pois, pelo perscrutamento da alma que tudo tem de começar.

 

Como reza um antigo adágio chinês, «se há luz na alma, haverá beleza na pessoa; se há beleza na pessoa, haverá harmonia na casa; se há harmonia na casa, haverá ordem no país; se há ordem no país, haverá paz no mundo».

 

Se queremos o maior, comecemos pelo mais pequeno. Na alma humana está o fermento da humanidade.

 

É por isso que o professor tem de ser visto como um mestre. O professor transmite conhecimentos e chega ao entendimento. Já o mestre oferece valores e aloja-se na alma.

 

Para poder atingir as alturas, o ser humano tem de ser conduzido às profundezas. É por isso que, como defende Holding Carter, os dois melhores legados que podemos deixar aos mais novos são as raízes e as asas.

publicado por Theosfera às 10:19

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9


22



Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro