O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sexta-feira, 10 de Dezembro de 2010

O nome por que é conhecida já diz tudo (não dizendo nada) acerca do quadro de referências e de valores que nos são impostos.

 

Lady Gaga vai estar em Portugal.

 

Parece que o seu nome arrasta multidões, além de um séquito volumoso: nada menos que 34 camiões.

 

O que mais impressiona é verificar como, numa jovem de 24 anos, já nada existe de natural, de espontâneo, de puro. Tudo, nesta figura, é fabricado, é construído, colado. Tudo cheira a artificial.

 

Nem o nome é o dela. É todo o mundo que está nela. É toda esta subcultura que a domina por completo. É toda a anticultura que alicerça o seu êxito, mas que revela também o seu (e nosso) vazio.

 

Perturbador é sentir que não falta quem se reveja nestes ídolos. É que, ao contrário do ícone (que aponta para outro), o ídolo aponta para si.

 

O mundo do espectáculo e da moda acaba por constituir uma montra do estado a que chegamos: a mediocridade, o deslumbramento, a vaidade, o nada.

 

Não se vislumbra qualidade, beleza, autenticidade. Tudo é fingido. Tudo é gritado. Tudo é agitado.

 

E ainda há multidões que correm atrás destes modelos! Será o abismo que nos espera?

 

Quero acreditar que uma luz há-de brilhar. Há muito bem a ser semeado.

 

O problema é que os holofotes estão na direcção errada. Só nos mostram o que pouco vale.

publicado por Theosfera às 10:39

De António a 10 de Dezembro de 2010 às 16:25
Muito grato pela suas generosas palavras, estimado Padre João António. Mas limito-me a tentar dar o meu modesto contributo.No fundo, acredito que a Humanidade está carente de espiritualidade, embora perdida no atoleiro do facilitismo ideológico, aos mais diversos níveis.Louvo muito este seu belíssimo blogue. Sem dúvida, uma Luz na Escuridão. Bem haja. Abraço amigo...


mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9


22



Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro