O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Segunda-feira, 06 de Dezembro de 2010

Quem participa nas Missas exequiais sabe que uma das frases mais emblemáticas de um dos prefácios é a que proclama que «a vida não acaba, apenas se transforma» (vita non tollitur, sed mutatur).

 

O que não talvez não se saiba tanto é a origem desta expressão. Ela vem já do século III e pertence a uma mãe. As mães são sempre sábias!

 

 Foi, de facto, a mãe de S. Sinforiano que, vendo o filho a ser julgado pelo crime de ser cristão, animou-o a que não vacilasse na fé, nas convicções.

 

 Curiosamente, o pretexto fora a recusa de Sinforiano em prestar culto àquela que era apontada como mãe dos deuses: Cibeles.

 

 Eis o que lhe disse a progenitora: «Renova a tua constância. Não podemos temer uma morte que nos leva, com certeza, à vida. Mantém alto o teu coração, meu filho, olha para Aquele que reina nos Céus. Hoje, a vida não te é tirada; é mudada numa melhor».

publicado por Theosfera às 10:22

De Mª Amélia a 6 de Dezembro de 2010 às 16:29
Muito tocante e oportuno este post, aliás, como é habitual, no seu Blog, Rv.mo Sr. Padre João António!

Nem vale a pena estar constantemente a dizê-lo: V. Rvcia tem um “Dom de Palavra” que dá vontade de escrever com Maiúscula, de facto!
Nunca tive a Graça de ouvi-lo em homilia. Presumo que deve ser excelente…

Bom, relativamente ao texto, desconhecia a origem da expressão...
E acrescento:S. Francisco de Sales dizia:

"Que é a vida dos Santos se não o Evangelho colocado em prática?"

Os Santos de Deus são aqueles heróis de JESUS CRISTO que, alcançando uma vitória sobre o demónio, o mundo e a carne, e praticando as virtudes em grau heróico, alcançaram a eterna bem-aventurança.

São modelos de vida em Cristo, e pelo seu testemunho são, também eles, nossos intercessores, junto a Deus.

O que fazer para participar dessa felicíssima glória na JERUSALÉM CELESTE?

Temos a Sagrada Escritura, os Mandamentos, os Sacramentos, a Doutrina da Igreja e os exemplos dos Santos, tal como o que refere.

Nenhuma pessoa humana chegou à eterna felicidade salvo pela via da Cruz, e praticando as virtudes do Divino Mestre, da humildade, da paciência, da perseverança, mansidão, castidade, e um abrasado amor a Deus e ao próximo, com a rejeição completa, do mal e do pecado.

Além da Sagrada Escritura, a meditação na vida dos Santos constitui, para mim um exercício espiritual muito gratificante.

Abraço amigo no Senhor!
Maria Amélia


De Theosfera a 6 de Dezembro de 2010 às 16:35
Bondade sua, ex.ma senhora. Obrigado pela presença e partilha. Abraço amogo no Senhor.

De António a 8 de Dezembro de 2010 às 13:57
"O diálogo com os mortos não deve ser interrompido, pois, na realidade, a vida não está limitada pelos horizontes do mundo". ( João Paulo II, 2/11/1983)


mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9


22



Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro