O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Domingo, 28 de Novembro de 2010

Karl Jaspers alertava que o começo da filosofia vem com o espanto.

 

Já os antigos o notavam. Platão e Aristóteles chamavam a atenção para a importância da admiração.

 

Hoje, faz falta o espanto, a admiração, a contemplação, o olhar para o horizonte ilimitado.

 

É a partir de uma certa estranheza que nos entranhamos na procura.

 

E o que é estranho vai-se entranhando em nós, vai-se tornando familiar.

 

O Advento e o Natal são uma oportunidade para crescermos na capacidade de admirar.

 

As coisas não são só para dominar, para controlar.

 

Acima de tudo, o mundo (embora não o pareça) é uma obra muito bela, com segredos ainda por desvendar.

publicado por Theosfera às 18:33

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro