O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Domingo, 28 de Novembro de 2010

No Advento já é Natal.

 

No Natal continua a ser Advento.

 

É Advento no Natal porque o Natal celebra a grande chegada do Senhor Jesus à nossa história, ao nosso mundo, à nossa vida.

 

E é Natal no Advento porque nele o Senhor nasce e renasce.

 

A Eucaristia é o grande Advento e o perene Natal.

 

Creio, Senhor, que vieste ao mundo

e que no mundo permaneces.

 

Tu estás em toda a parte,

estás no Homem,

estás na Vida,

estás na História,

estás no Pequeno,

estás no Pobre.

 

Hoje como ontem,

permaneces quase imperceptível.

 

Há quem continue a procurar-Te no fausto,

na ostentação,

na majestade.

 

Tu desconcertas-nos completamente

e surpreendes-nos a cada instante.

 

És inesperado

e estás sempre à nossa espera.

 

Os momentos podem ser duros.

 

O abandono pode chegar

e a rejeição pode asfixiar-nos.

 

Tu, porém, não faltas.

 

Estás sempre presente.

Estás simplesmente.

 

Creio, Senhor,

que é na simplicidade que nos visitas

e na humildade que nos encontras.

 

Converte-nos à Tua bondade,

inunda-nos com o Teu amor,

afaga-nos na Tua paz.

 

Obrigado, Senhor, pelo Teu constante Advento.

 

Parabéns, Senhor, pelo Teu eterno Natal!

publicado por Theosfera às 00:02

De António a 28 de Novembro de 2010 às 00:36
"E, pelo meio, mete-se um homem totalmente singular que foi Jesus de Nazaré. A Bíblia é também o testemunho escrito de desinstalação trazido por ele à História"

José Manuel Pureza


"Mas ninguém poderá dizer - nem este ateu distante até da fronteira com o agnosticismo – que este(s) texto(s), que perdura, não contenha em si muito do sentir e dos anseios da Humanidade. Mesmo quem como eu aposta tudo nos homens e nos povos, e não no magistério divino, para destruir a tirania, a opressão e a exploração, sabe que muitos já fizeram e fazem da Bíblia uma arma de libertação. E que connosco se encontram em tantas lutas e combates por uma vida melhor, por um mundo mais justo. Que assim continue a ser!"

Bernardino Soares

De Anónimo a 28 de Novembro de 2010 às 13:45
«Não deixa de ser interessante, mesmo para os não crentes, que um dos textos mais conhecidos, mais antigos e com maior impacto na história da humanidade, e na nossa cultura concretamente - a Bíblia - comece (como tantas outras cosmogonias) com a criação do mundo, descrevendo-nos, em simbiose pura com a terra, de onde vimos e para onde voltaremos.Num momento em que um dos maiores desafios da humanidade é impedir a destruição do equilíbrio fundamental entre homem e natureza, a Bíblia pode também ser, de alguma forma, olhada como uma mensagem de esperança e como um desafio presente de sabermos corresponder à enorme responsabilidade que sobre todos nós recai. A forma como a humanidade trata a Natureza, como reparte os seus recursos e como se inter-relaciona tem consequências para a própria humanidade"

Heloísa Apolónia



"A Bíblia faz parte do chão em que nos movemos, é parte da nossa identidade.Somos, com vontade ou sem ela, um verdadeiro povo do Livro."


José Pacheco Pereira


"Para a cristã que sou, a Bíblia é, sem dúvida, a maior, mais fascinante e mais intemporal obra de todos os tempos. Mas o que a torna tão única é o facto de também não crentes reconhecerem a sua grandiosidade e influência."

Teresa Caeiro


P.S.Todas estas intervenções foram feitas pelos assinalados deputados em iniciativa da Sociedade Bíblica Portuguesa


De António a 28 de Novembro de 2010 às 13:45
«Não deixa de ser interessante, mesmo para os não crentes, que um dos textos mais conhecidos, mais antigos e com maior impacto na história da humanidade, e na nossa cultura concretamente - a Bíblia - comece (como tantas outras cosmogonias) com a criação do mundo, descrevendo-nos, em simbiose pura com a terra, de onde vimos e para onde voltaremos.Num momento em que um dos maiores desafios da humanidade é impedir a destruição do equilíbrio fundamental entre homem e natureza, a Bíblia pode também ser, de alguma forma, olhada como uma mensagem de esperança e como um desafio presente de sabermos corresponder à enorme responsabilidade que sobre todos nós recai. A forma como a humanidade trata a Natureza, como reparte os seus recursos e como se inter-relaciona tem consequências para a própria humanidade"

Heloísa Apolónia



"A Bíblia faz parte do chão em que nos movemos, é parte da nossa identidade.Somos, com vontade ou sem ela, um verdadeiro povo do Livro."


José Pacheco Pereira


"Para a cristã que sou, a Bíblia é, sem dúvida, a maior, mais fascinante e mais intemporal obra de todos os tempos. Mas o que a torna tão única é o facto de também não crentes reconhecerem a sua grandiosidade e influência."

Teresa Caeiro


P.S.Todas estas intervenções foram feitas pelos assinalados deputados em iniciativa da Sociedade Bíblica Portuguesa


De Theosfera a 28 de Novembro de 2010 às 18:26
Obrigado, bom Amigo, por estes generosos contributos. Cada vez mais sou compelido a pensar que é importante descer as escadas da igreja para encontrar verdadeiras ressonâncias de Deus!
Abraço amigo no Senhor.


mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro