O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 23 de Novembro de 2010

A bondade permanece um valor. Certo. Mas, ser bom, hoje, é o mesmo que ser bom há uns anos ou há séculos?

 

Quando, aqui, se fala de bondade, fala-se de dádiva, de partilha, de compaixão, de perdão, de estima, de respeito.

 

 O problema é que, para muitos, a bondade, actualmente, resume-se à competição, à ambição.

 

 Apesar de tudo, continuo a acreditar na bondade segundo o modelo de Cristo e de tantas pessoas, algumas até de pouca idade.

 

«Saboreai e vede como o Senhor o bom»! Assim o proclamamos com os nossos lábios. Assim o possamos repetir, com a nossa vida, em cada momento da nossa existência.

 

 A bondade é que conta. Se Deus é bom e se nós somos a Sua imagem, como se explica que se dê tanta guarida à maldade?

 

Mas ainda há gente de hoje com os valores de sempre. Graças a Deus! 

publicado por Theosfera às 10:23

De António a 23 de Novembro de 2010 às 14:29
Simone Weil disse que " Deus só pode estar presente na criação sob a forma de ausência" e que " a pureza é a capacidade de contemplar a mácula". A problemática do Mal faz com que a minha mulher não consiga acreditar em Deus.Mas Simone Weil também diz:"a religião como fonte de consolação é um obstáculo à verdadeira fé; nesse sentido, o ateísmo é uma purificação". Há aqui, penso, muita matéria para reflexão e aprimoramento do conceito de Deus. Para mim, a questão filosófica do Mal só se resolve de uma forma: Deus quis intencionalmente só criar o Universo e a semente da vida. O resto da Criação deixou-a ao nosso livre arbítrio e à nossa evolução...


mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro