O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Segunda-feira, 22 de Novembro de 2010

A pressão domina, hoje, todos os sectores da vida. Nem a escola escapa. Pensa-se excessivamente nos resultados e pouco nas atitudes.

 

Há muita agitação no meio escolar. Curiosamente, já Simone Weil, que morreu em 1943, erigia a atenção como uma faculdade a que se devia dar...atenção. «A formação da faculdade da atenção é o verdadeiro fim e quase o único interesse dos estudos».

 

Acontece que é aqui onde se encontra, porventura, uma das maiores debilidades. O estudante actual revela uma apreciável agilidade, desempenha uma vasta panóplia de competências com desenvoltura, mas tem dificuldade em crescer na atenção.

 

O desenvolvimento espiritual, para Simone Weil, pode constituir uma ajuda preciosa pois «a oração é feita de atenção».

 

É a atenção que ajuda o estudante «a contemplar com atenção, durante muito tempo, cada exercício escolar falhado». A tentação «é escondê-lo imediatamente».

 

A humildade, «tesouro infinitamente mais precioso do que todo o progresso escolar, pode ser adquirida desta forma»: em lidar, longa e maduramente, com a falha, com o erro.

 

A atenção não consiste em concentrar o pensamento. Consiste, sim, «em suspender o pensamento, em deixá-lo disponível, vazio e permeável ao objecto, mantendo em nós mesmos, próximos do pensamento, os diversos conhecimentos adquiridos que somos forçados a utilizar».

 

O pensamento deve estar «vazio, à espera, sem nada procurar, mas pronto a receber, na sua verdade nua, o objecto que o vai penetrar».

 

No fundo, «os bens mais preciosos não devem ser procurados, mas esperados».

publicado por Theosfera às 20:37

De António a 22 de Novembro de 2010 às 23:12
Estou a conhecer uma Simone WeilL maravilhosa em " ESPERA DE DEUS". Doce, sofrida, bondosa,inteligente, sábia. E muito exigente com ela própria.Há tantas passagens da sua lavra que poderia citar, mas dela, que foi uma grande amiga da Igreja Católica, destaco a seguinte passagem: " A função da Igreja como conservadora colectiva do dogma é indispensável. Mas ela comete um abuso de poder quando pretende constranger o amor e a inteligência a tomar a sua linguagem como norma. Este abuso de poder não procede de Deus. Vem antes da tendência natural de toda a colectividade, sem excepção, para o abuso do poder". E depois acrescenta: " A função própria da inteligência exige uma liberdade total, implicando o direito a tudo negar e nenhuma dominação". Mas é a mesma Simone Weil quem também diz: " Amo Deus, Cristo e a fé católica tanto quanto pertence a um ser assim tão miseravelmente insuficiente amá-los. Amo os santos- excepto alguns que me é impossível amar ou ver como santos. Amo os seis ou sete católicos de uma espiritualidade autêntica que a sorte me fez encontrar no decurso da minha vida"...


mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro