O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 20 de Novembro de 2010

É pertinente a reflexão que Vasco Pulido Valente (de quem, muitas vezes, discrepo) nos traz hoje.

 

Como é que Portugal consegue (pelo menos, segundo a versão oficial) organizar tão bem eventos e não consegue organizar-se a si próprio?

 

Pressinto, entretanto, que o nosso problema não é logístico. É sobretudo ético, moral. É a corrupção. É o oportunismo. É a convivência sem problemas com as meias verdades e com as atitudes dúbias.

 

Será possível mudar o nosso código genético?

publicado por Theosfera às 11:26

De António a 20 de Novembro de 2010 às 20:51
Somos um povo muito singular e estranho que eu, como português, não entendo. Oscilamos permanentemente entre a Emoção e a Razão, A Organização e o seu contrário.Portugal deve ser o país mais difícil de perceber.Há dias, no restaurante onde fora almoçar, o empregado tecia loas à governação de Sócrates . Desemprego na casa dos 10% e despesa pública na mesma ordem de grandeza eram, para ele, simples minudências. Tentei perceber o que o levava a enaltecer o desgoverno de Sócrates. E depois percebi: ele não gostava dos " outros" anteriores governos. Mas deste não gostava tão menos. Por isso gostava mais. Por isso gostava tanto. Desemprego e dívida soberana a 10% ? Que importa se ele gostava mais do Governo de Sócrates do que dos demais ?...


mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro