O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quinta-feira, 11 de Novembro de 2010

Um dos sinais de decadência não está tanto na crise (quando é que, a bem dizer, não estivemos em crise?), mas na falta de ânimo perante a crise.

 

Insistimos no mesmo, na sobrecarga das pessoas que já sobrecarregadas se encontram.

 

Precisamos de uma cidadania mais desperta e de lideranças mais criativas.

 

O líder não é o que segue a percepção geral. O líder é, sobretudo, o que vê antes e actua a tempo.

 

Foi neste contexto que me lembrei de dois nomes.

 

O primeiro é Pedro Abrunhosa. Impõe-se, de facto, «fazer o que ainda não foi feito».

 

E o segundo é John Kennedy. Deixo aqui o seu alerta: «Precisamos de homens que consigam sonhar com coisas que nunca foram feitas».

 

Ele falava a propósito da ida à Lua. Nós pensamos nos problemas que persistem na Terra, em toda a Terra e também na nossa terra. 

publicado por Theosfera às 10:18

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro