O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quinta-feira, 04 de Novembro de 2010

O sistema educativo sente-se oprimido.

 

Quase ninguém o nega. Mas praticamente ninguém o inverte.

 

O Estado resolveu colocar-se no centro e assumir o protagonismo.

 

A sociedade não sente força para reagir.

 

Ken Robinson, connhecido especialista de renome mundial, põe o dedo na ferida: «Os professores é que são o sistema educativo e não o Ministério da Educação».

 

Porque é que há diversidade em tudo (nos restaurantes, na música, no desporto) e na escola não? «Queremos que estas sejam todas iguais, mas não são máquinas, são organismos vivos».

 

O sistema educativo, tal como está montado, burocratiza a aprendizagem e, nessa medida, «está a matar a criatividade das crianças».

 

Com tanta interferência do Estado, «há um clima de medo entre os professores».

 

É preciso que o Estado se modere e dê espaço às escolas, permitindo que cada um descubra o seu elemento (título de um dos livros mais célebres deste autor).

publicado por Theosfera às 11:49

De António a 4 de Novembro de 2010 às 15:38
Quando tive aulas de filosofia, o compêndio debitava várias hipóteses filosóficas e depois escolhia a " melhor". Quando a problemática era de pendor religioso, ainda era " proibido" escolher, por exemplo, Espinosa ou Leibniz. Há tempos andei a tentar mergulhar em Espinosa e comecei pela sua Ética. Do que li pareceu-me que ele não era panteísta mas pananteísta, como penso poder inferir-se desta frase, conjugada com a sua total mundividência teísta:«Por Deus, diz Espinosa, entendo um ser absolutamente infinito, quer dizer, uma substância constituída por uma infinidade de atributos, cada um dos quais exprime uma essência eterna e infinita». Portanto, Espinosa também concebia Deus como Ser Absolutamente Infinito, não exclusivamente identificado com a Natureza.Um dos grandes problemas da Humanidade é ler pela cartilha dos outros e agora resumir a sua investigação ao que vem na Wikipédia. Dou outro exemplo: a Wikipédia não é nada eticamente favorável para o imperador Juliano, mais conhecido pelo Apóstata. Mas Juliano possuía esta linha de pensamento: " É pela razão e não pela violência que podemos convencer. Precisamos ter mais piedade que ódio para com gente bastante desgraçada por se deixarem enganar em coisas da mais alta importância. Esta gente é piedosa à sua maneira porque o Deus que eles adoram é o Ser realmente poderoso e bom, a quem nós próprios dirigimos orações sobre outros nomes" ( Talbot, anotador das Obras de Juliano, carta 22).
Eu também diria: deixem respirar o pensamento. Não atrofiem a livre faculdade de reflectir e pensar. Foi também devido a essa atrofia que hoje o mundo permanece no estado caótico em que se encontra...


mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro